Uma dúvida comum quando se pensa em arrumar as malas para passar férias nos EUA é se devemos levar o carrinho ou não. Se a viagem é para a Disney/Orlando ou outro lugar, não importa. Na maioria das vezes vamos para fazer turismo e o carrinho – sendo comprado lá ou levado daqui – é fundamental.

Na última semana algumas pessoas me fizeram perguntas relativas a esse assunto, então esse post é pra vocês, Raíssa e Pamela. (ai caramba, tinha mais alguém!:-/)

Levar ou comprar?

Tudo depende da realidade de cada um. Você vai com quantas crianças? Duas? Três? Vai fazer conexão?  Tem menos de 2 ou 3 anos? Se respondeu SIM para essas perguntas, leve pelo menos um carrinho.

Lembre-se: o carrinho leva crianças +  travesseiros + manta + bolsas + casacos.

Vale lembrar: O carrinho carrega criança, Bolsa, travesseiro, casacos.
Carrinho-cabideiro

Vai viajar com 2 ou mais adultos e somente uma criança? Não tem conexão? Vai pegar um taxi ou carro alugado e pode ir comprar um carrinho logo no primeiro dia antes de começar a “bater perna”? OK, pode comprar lá.

Vai com duas crianças mas não quer embarcar com 2 carrinhos? Eu também não quis! Levei um carrinho para as 2 para passearmos em NY e comprei outro no primeiro dia de Orlando.

Qual tipo de carrinho levar? Um robusto ou guarda-chuvas?

Vejo muitas pessoas super a favor de carrinhos tipo “guarda-chuva”, mega práticos para desmontar e que não ocupam muito espaço no porta-malas, mas se eles não forem dos mais tops que reclinam, o carrinho não vai ajudar tanto se você for passar muitas horas no aeroporto, se for passas hooooras turistando ou em parque de diversões ou ainda se tiver duas ou mais crianças.

Por sua vez, o robusto tem que ser fácil de fechar, pois você terá que tirar a criança para passar o carrinho pela esteira do raio-x, e fazer isso com criança, bolsa, bolsa do bebê, passaportes em mãos, etc, não é uma tarefa simples (mas que dura apenas 2 minutinhos). Em compensação os maiores tem outras vantagens: servem de “cabideiro”. A bolsa, câmera, bolsa de bebê, casaco… ficava tudo pendurado nele. Só tomem cuidado pras crianças não descerem, ele virar com o peso e por exemplo quebrar a lente da Nikon! rsrs

Carrinho single que serviu de double + cabideiro
Carrinho single que serviu de double + cabideiro

Em passeios a monumentos como a Estátua da Liberdade e o Memorial do 11/9 também pode ser requisitado que o carrinho seja fechado para passar no raio-x, então quanto mais fácil e prático de fazer, melhor. Se tiver que soltar algumas partes pra fechar, for pesado ou trabalhoso, esquece.

Eu preferi viajar com um de marca mais simples que o encosto reclina apenas puxando uma fita e soltando a “sobra” do tecido, do que um “de marca” que só cabia uma pessoa. Infelizmente esse carrinho não é mais vendido. Ele vira praticamente uma cama, e tendo 2 crianças foi fundamental para que eu conseguisse passar os primeiros dias somente com um carrinho, mas existem similares no mercado.

Vi na Disney algumas mães “de castigo” descansando com os carrinhos guarda-chuvas empinados para que a criança dormisse, pois o carrinho não reclinava. Achei uma furada e um custo-benefício ruim. Fiquem atentos!

Comprei o Jeep de 50 dólares no Wal-Mart e fomos ao primeiro dia de parque já com 2 carrinhos. Ele não reclina totalmente, mas reclina um pouco e foi suficiente! Ele também tem uma mesinha com apoio de copos. É muito útil e não é descartável. Trouxemos ele pra cá e vendi o meu “de marca” que não usava nunca.

Bruneca dormindo no Jeep de 50 dólares
Bruneca dormindo no Jeep de 50 dólares e Clarinha no Oslo Hemlokk

Pode embarcar com carrinho grande até a porta do avião?

Pode!!! Cadeirinha e carrinho podem ser despachados na porta do avião, independente do modelo. Tem cadeirinhas inclusive certificadas para serem utilizadas na poltrona do avião. Se a criança for pagante (maiores de 2 anos) pode ser uma boa para que a mãe descanse sem ter que segurar a criança a noite toda no colo.

O único problema é o que falei lá em cima. Precisa fechar ele e passar dentro da máquina de raio-x. Chegando na porta do avião você precisa fechá-lo novamente para que o encarregado da companhia leve o carrinho para o compartimento “lá embaixo”. Se você viajar muito e  não quiser arriscar de chegar lá e eles estarem sem o saco plástico para proteção do carrinho, você pode comprar uma Travel Bag própria para esse fim.

O carrinho é devolvido na porta do avião ou na esteira? Depende da companhia. Voei de Delta para os EUA e eles devolvem na porta do avião, mas não são todas as empresas que fazem isso. No momento do check-in e do embarque eles informam.

O carrinho ou a cadeirinha contam como bagagem adicional? Não, desde que você esteja com ele em uso (fora da caixa) e viajando com crianças. Cada uma das crianças tem direito a pelo menos uma bagagem de uso e eles não entram na franquia de bagagem despachada e nem na de mão, mesmo que vá até a porta do avião. Para saber se pode levar cadeirinha + carrinho sem contar bagagem, entre em contato com a companhia. Algumas delas liberam apenas 1 item extra por criança.

E o carrinho alugado? Vale a pena?

Se a criança não usa mais carrinhos normalmente e tem mais de 4 anos, a compra pode ser realmente um desperdício de dinheiro. Quando eu postei sobre a compra do carrinho no meu instagram (@analumasi), uma leitora indicou a Kingdom  Strollers para alugar na Disney. De acordo com a Roberta, o aluguel de um carrinho super confortável para a filha dela de 5 anos por 10 dias fica menos de 100 dólares e ela não precisa abandonar o carrinho depois.

Espero que tenha ajudado!!!

Bjinhosss

Aninha

Sobre Aninha

Mãe de um trio de meninas: Bruna (6), Clara (4) e Alice (2). Dedico meu tempo à minha família e ao LookBebê. Antenada, adoro redes sociais e tecnologia e mais ainda, compartilhar conhecimento e informações sobre a maternidade. Sou (fui) Biomédica, pós-graduada em Engenharia Biomédica, mas optei por mergulhar de cabeça na maternidade.