4 comments

Na semana passada foi comemorada a Semana Internacional do Babywearing, uma campanha de incentivo ao uso do sling.

Muitos sites divulgaram esse movimento ou comentaram sobre o assunto. Eles defendem que o uso desses carregadores ajuda a criar um vínculo ainda maior entre a mamãe ou papai e o bebê, entre outras vantagens. Muitas – outras – pessoas são contra esses “carregadores”, pois estes causam na maioria das vezes problemas de coluna da mamãe/papai. Acho que nada em excesso é bom.

Tenho o wrap (da Moby Wrap) para os momentos de “maior necessidade”. É um pano bem comprido, duplo, que você amarra envolta do corpo, e encaixa o bebê, conforme o vídeo abaixo:

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=60qwng_ubRU[/youtube]

Acho seguro, mas não é tão prático como os outros carregadores… acho que por isso não uso muito, mas em compensação quando uso, me salva! Mesmo!

Quem nunca foi ao supermercado com seu bebê e ficou em dúvida se colocava na cadeirinha do carrinho (geralmente não encontramos disponíveis os protetores descartáveis, e sim, é meio nojento principalmente se seu bebê for muito novinho), ou se carregava no colo o tempo todo?

Olha que maravilha: chegar em casa carregando bebê, compras, chave, carrinho e… biscoito! kkkk

Nem sempre você tem alguém que possa te acompanhar, ou fazer as compras por você. Às  vezes precisa só de alguns itens, e outras vezes precisa fazer aquela compra “de mês”. O fato é que com certeza você vai testar pelo menos uma vez, todas as formas de fazer compras com seu bebê.

No colo, trocando de braço porque pesa pra caramba! Na cadeirinha do carrinho, com um “pano” que você leve de casa, ou até sem proteção (ecow!)… No bebê conforto e este encaixado no carrinho… ou até fazer compras com 2 carrinhos, o do bebê em uma mão e o do supermercado na outra. Acredite, tudo isso é possível. Quando você precisa consegue dar um jeito, mas ter os braços livres faz uma grandeeee diferença.

Nas fotos abaixo dá pra ver que a Bruna se diverte e ao mesmo tempo relaxa no “colo” da mamãe. É bem gostoso e pode ser usado em qualquer lugar, a qualquer hora.

 

Custa de 45 a 60 dólares na Babies’R’Us.

O mais comum no Brasil, e o mais simples é o sling. É um pano preso por uma argola (ou sem), colocado de lado na mamãe ou quem quiser carregar o bebê. Nunca testei, mas a impressão que tenho é que meu ombro ficaria destruído… quem nunca teve dor usando aquelas bolsas de lado? Posso estar errada pois o apoio é mais largo, mas não me convence.

O preço varia bastante. Achei entre 80 e 120 Reais.

Outro carregador bastante utilizado, e até “mais” seguro, é o chamado de canguru, tipo uma mochila. A marca BabyBjorn é a mais conhecida.

Esses sim tem o preço ainda mais salgado, dependendo no modelo, claro. Na Babies’R’Us tem de 65 a 180 dólares da BabyBjorn. Da Chicco tem no Brasil a R$180,00.

E vocês, gostam da idéia?

Sobre Aninha

Mãe de um trio de meninas: Bruna (6), Clara (4) e Alice (2). Dedico meu tempo à minha família e ao LookBebê. Antenada, adoro redes sociais e tecnologia e mais ainda, compartilhar conhecimento e informações sobre a maternidade. Sou (fui) Biomédica, pós-graduada em Engenharia Biomédica, mas optei por mergulhar de cabeça na maternidade.