O frio dói e faz vítimas nas ruas das grandes cidades. ()

Ontem era dia dos namorados. Apesar de não ter saído de casa fizemos uma festa aqui na sexta então onde eu olhava via corações, flores vermelhas, amor, calor. Quando o frio incomodou fomos para o sol e na hora de dormir deitamos juntinhas debaixo das cobertas.

Mas a publicação de uma amiga me fez lembrar do mundão que tem fora da minha casa, do meu conforto, das cobertas e do ar condicionado quente. Somos muito privilegiados. Muitas pessoas estão passando frio em suas casas e nas ruas, sem ter o que vestir ou com o que se cobrir.

Muitas pessoas não tem a opção de vestir 2 meias, 3 calças, 4 blusas e um gorro na cabeça. Por isso queria pedir a ajuda de vocês.

Separem casacos sem uso, cobertores antigos, meias, blusas. Doem! Se não tiver alguém nas ruas próximas a você, deixe no carro e entregue a quem precisa quando encontrar, pois poderão usar na mesma hora!

Se não der, encontre um ponto de arrecadação da Campanha do Agasalho na sua cidade ou de instituições e ONGs que façam esse intermédio.

Descobri uma campanha que existe desde 2008 chamada Inverno Sem Frio, que arrecada doações em dinheiro para a compra de cobertores. Vocês podem acessar o site doecobertor.com.br para mais informações. O projeto é gerido pela ONG IGMS e tem o apoio da Locaweb. As arrecadações são doadas para a Campanha do agasalho do Estado de SP.

doe-cobertor-sobre
doecobertor.com.br

O site traz informações das edições anteriores e não tem informações sobre a campanha desse ano, mas liguei no IGMS e me confirmaram que estão arrecadando para a campanha.

Captura de Tela 2016-06-13 às 11.11.17

A Campanha do Agasalho do Estado de SP esse ano conta com um curta-metragem da Malu Moletom, uma menininha que vive em uma cidade onde todos usam ao mesmo tempo todas as roupas que têm.

A menina toma a iniciativa de tirar algumas peças do corpo e cobrir o Gigante. Sua ação acaba fazendo com que as demais pessoas façam o mesmo. Com o problema resolvido, o Gigante passa a ser mais um membro da sociedade.

Confiram:

 

Para saber onde doar, clique aqui.

Foto: Criança com frio em Shutterstock

 

 

Sobre Aninha

Mãe de um trio de meninas: Bruna (6), Clara (4) e Alice (2). Dedico meu tempo à minha família e ao LookBebê. Antenada, adoro redes sociais e tecnologia e mais ainda, compartilhar conhecimento e informações sobre a maternidade. Sou (fui) Biomédica, pós-graduada em Engenharia Biomédica, mas optei por mergulhar de cabeça na maternidade.