Quais os tipos de meningite? Porque tantas siglas e necessidade de novas vacinas? Existe uma meningite mais perigosa que outra? Como podemos prevenir?

São muitas as dúvidas que nós, cidadãos – e principalmente mães e pais – temos.
Fui convidada a cobrir um evento do laboratório GSK (post), onde a pediatra presidente da Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm), Isabella Ballalai, deu uma aula sobre as meningites. Esclarecemos muitas dúvidas e conto a seguir o que aprendi.

O que é a meningite?

A meningite é a inflamação das meninges, ou seja, das membranas que revestem o encéfalo e a medula espinhal (partes do Sistema Nervoso Central).

Quais os tipos de meningite? 

Elas podem ser principalmente virais ou bacterianas. As virais são mais comuns, porém as bacterianas são mais graves.

tipos meningite

Dados de 2010 a 2013 (fonte)

Dentre as bacterianas, temos:

  • Meningocócica (36%)
  • Por Haemophilus b (2%)
  • Pneumocócica (16%)
  • Tuberculosa (5%)
  • Outras bactérias (41%)

A Doença Meningocócica Invasiva é o tipo de meningite bacteriana com maior incidência de óbitos (23%), principalmente quando não tratada ou agravada com uma septicemia (quando a infecção atinge a corrente sanguínea).
Dos sobreviventes da doença, 10 a 20% apresentam sequelas como as sofridas pelos paratletas citados no post do Concurso Meu Futuro Campeão.

Você pode conferir 2 delas abaixo:

Por dia são diagnosticados mais de 7 casos de meningite no Brasil, destes mais de 3 pacientes por dia têm que enfrentar a doença meningocócica invasiva (podendo ser dos tipos A, B, C, W, Y ou outras).

Mesmo conhecendo tantos tipos de bactérias causadoras dessa infecção, ainda há uma pequena parcela de bactérias não identificadas, então conforme um determinado subtipo for controlado através de vacinas, outro subtipo começa ficar mais evidente, como aconteceu ultimamente com o aumento na proporção de casos de Meningite bacteriana por meningococos B.

Essa doença é tão séria que pode evoluir para óbito em 24 horas independente da idade, e por isso a Campanha Mundial celebrada hoje, 24 de abril, no Dia Mundial da Meningite, se chama “24 Hours – Time to Act”, ou seja, 24 Horas – Hora de agir! por ano cerca de 1 milhão de pessoas são afetadas pela meningite no mundo (WMD), das quais aproximadamente 500.000 são acometidas pela doença meningocócica invasiva.

Como a doença é transmitida?

A doença é contagiosa durante um período e transmitida por meio da saliva. Quando há a colonização da naso-faringe de indivíduos sãos podem acontecer 3 coisas:

  • Ser infectado e manifestar a Doença Meningocócica Invasiva
  • Recuperação – “limpeza” da naso-faringe
  • Transmissão para outros indivíduos

Hoje os principais transmissores do meningococo são adolescentes e jovens de 19-20 anos e isso se deve ao fato de estarem mais expostos a contatos íntimos, tabagismo, bares, baladas, acampamentos militares, lugares conglomerados e viagens para regiões endêmicas.

Bons hábitos de higiene e evitar aglomerações podem ajudar na prevenção da doença.

Precisa fechar escolas?

Como a maioria das bactérias causadoras da meningite são muito pouco resistentes ao ambiente externo (o meningococo, pneumococo, haemophillus b), não é necessário criar pânico em casos de alunos de uma escola que já manifestaram a doença, pois nessa fase ele não necessariamente está mais transmitindo a bactéria a outras pessoas, e por isso não há necessidade de isolar ambientes.

A pediatra presidente da SBIm contou que é importante saber qual o tipo da meningite em questão, mas que em geral a transmissão acontece somente enquanto o indivíduo SÃO e não-vacinado está colonizado e esse período de incubação é de 2 a 10 dias (Fiocruz).

Como a doença se manifesta?

O quadro inicial das diferentes meningites é semelhante:

sintomas da meningite

  • As meningocócicas também podem vir acompanhadas de manchas avermelhadas no corpo.

Quando é hora de ir procurar atendimento médico?

  • Sonolência + febre alta por mais de 24h + criança sem reação – Procurar o pediatra
  • Criança apática, com febre alta (39 em diante) e manchas pelo corpo – Pronto atendimento imediatamente

Como prevenir?

A maioria das pessoas vacinadas não são infectadas, não adoecem e não transmitem a doença a outras pessoas, e por isso a vacinação é a maneira mais eficaz de controlar epidemias através da diminuição da circulação de vírus e bactérias.

Quais vacinas estão disponíveis?

vacinas meningite brasil publica e particular calendário 

As vacinas contra doença meningocócica dos subtipos B e C são recomendadas a partir dos 3 meses e a ACWY ao completar 12 meses. Para consultar o calendário de vacinação da SBIm para crianças, clique aqui.

Para procurar uma Casa de Vacinação próxima a você, busque no site https://www.casadevacinasgsk.com.br/onde-se-vacinar

Espero que tenha ajudado! Ajudem a levar a informação a outras pessoas e não deixe de consultar o seu médico sobre a melhor forma de prevenção e imunização.

Bjos

Esse post contou com o incentivo de uma empresa que acredita no LookBebê e na qual confiamos.

Sobre Aninha

Mãe de um trio de meninas: Bruna (6), Clara (4) e Alice (2). Dedico meu tempo à minha família e ao LookBebê. Antenada, adoro redes sociais e tecnologia e mais ainda, compartilhar conhecimento e informações sobre a maternidade. Sou (fui) Biomédica, pós-graduada em Engenharia Biomédica, mas optei por mergulhar de cabeça na maternidade.