Eu sabia que a volta das férias ia ser difícil para todos nós, em especial para as crianças que tinham os pais e a avó 24h do dia disponíveis em passeios, parques, ou até mesmo durante as compras, mas sempre todos juntos.

Minha sogra inclusive alertou: “Quero ver você segurar essas meninas em casa depois que voltarmos!!”.

Ficamos alguns dias em empregada e na semana seguinte ela voltou. Tive 2 dias de compromissos. Um tomou o dia todo e voltei a noite, e o outro durante a tarde depois de levá-la para a escola, mas também voltei mais de 19h. Nesse dia, ontem, consegui fazer a Clara dormir mais cedo (por volta das 9:30h). Quando fui colocar a Bruna para dormir ela estava ainda muito agitada e não queria que eu voltasse para a sala. Eu já tinha feito o tetê dela, colocado fralda, pijama. Ela pediu uma história. UMA. Eu neguei.  Falei que já havíamos brincado juntas aquela noite no chão com os carrinhos, que eu já tinha ficado com ela e expliquei que eu precisava escrever um texto e também queria dormir, que ela tinha que dormir logo para que eu terminasse minhas coisas. Assim que voltei pra sala ela grita que tinha feito xixi e a fralda era pequena porque tinha vazado. Voltei P*** da vida (coitadinha), perguntei porque ela não pediu pra ir ao banheiro já que eu havia colocado a fralda há 2 (DOIS) Minutos (e ela ainda estava usando aqueles macacões de zíper, super chatos pra tirar). Troquei a fralda, a roupa, arrumei tudo e coloquei ela de volta. Fui pra sala. “Mamãeeeee quero fazer cocô!!”. Sério, eu tinha acabado de sentar e abrir o computador. Fiquei P* de novo, griteiiii, e voltei. POXA! Tirei a fralda, coloquei ela pra fazer, etc etc, coloquei na cama e quando fui dar boa noite ela disse:

“Mamãe, eu gosto de você. Você tem que me dar atenção!”

PUTAQUEPARIU! Se tivessem quebrado minhas duas pernas não tinha doído tanto. Parei na hora, li a história que ela pediu e falei que ia ficar com ela. Ela pediu pra ver as fotos dela. (Fica a dica: Ela AMA ver momentos passados que ela não se recordava, e vai narrando cada um como eu contei pra ela. Façam isso em casa! Coloquem murais, fotos e mais fotos cheias de histórias!).

FOTOS para recordar primeiro ano de vida
Quando bate a carência, a Bru quer ver todas as fotos dela “bebê”, mamando no peito, na festa, no parque, na escola, etc. (ah! e comendo ovo) hahah

Depois deitei com ela e um simples comentário de que a Boneca da Doutora Brinquedos estava me cutucando rendeu boas risadas. Vejam: (ou melhor, escutem no vídeo abaixo)

Demorou pra dormir, mas ela ficou agarrada em mim o tempo todo. E no Olaf.

EU, BRU E OLAF
Agarrada no Olaf e na mamãe.

A Clara chorou de berros e tive que ir. Tentei por mais de 40 min fazê-la acalmar mas ela esta mal-acostumada praaaaa carambaaaa e só sossegou quando o papai a levou pra nossa cama e eu dei mamá. Aiiiii esse mamá. Conclusão: Fui dormir mais de 2:30, mas todas dormiram felizes. E não trabalhei.

Acordei, escrevi meu texto de manhã e deixei elas dormirem até acordarem sozinhas meio-dia na minha cama felizes da vida, e eu com minha lista de pendências bem adiantada.

As vezes precisamos esquecer os problemas e as obrigações com trabalho por alguns minutos e escutar nossos baixinhos. É tão pouco que faz com que eles fiquem felizes né?

Bjinhos! E fica mais uma lição.

Sobre Aninha

Mãe de um trio de meninas: Bruna (6), Clara (4) e Alice (2). Dedico meu tempo à minha família e ao LookBebê. Antenada, adoro redes sociais e tecnologia e mais ainda, compartilhar conhecimento e informações sobre a maternidade. Sou (fui) Biomédica, pós-graduada em Engenharia Biomédica, mas optei por mergulhar de cabeça na maternidade.