Na minha primeira gravidez (2010) tive um dos tempos da curva glicêmica um pouco alterado, mas nada preocupante para que a médica considerasse diabetes gestacional. Só me deu algumas orientações para não abusar.

Na segunda gestação, tive a glicose pós-sobrecarga muito alterada (mas eu estava de fato abusando dos doces). O normal era até 140 e deu 196mg/dL. Lembro bem que na descrição dos valores de referência do laboratório era considerado intolerância a glicose até 199mg/dL (como contei no post A Intolerância a Glicose me pegou), e acima de 200 era diabetes gestacional, mas meu médico me encaminhou para a nutricionista que preferiu pecar pelo excesso e me passar uma dieta para diabéticos (link para o post). O que eu não tinha visto no laudo é que para gestantes já era considerado Diabetes.

No limite da Intolerância a glicose.... :(
No limite da Intolerância a glicose…. 🙁 —-> (em 2012)

Agora na terceira gravidez o resultado não foi tão ruim como na segunda mas estavam alterados. Com a mudança de médicos eu não tinha um histórico com o obstetra e não me lembrei que esse diagnóstico poderia se repetir em outras gravidezes. Eu só havia engordado 6Kg até 32 semanas, bebê com baixo Peso, ILA (índice de líquido amniótico) normal… nada indicava que eu estava com Diabetes Gestacional, até que o exame de rotina pegou.

Peguei o resultado alguns dias depois de passar com a médica então, lembrando do meu histórico, corri no post sobre a dieta da nutricionista e fiz as devidas “trocas” de farinha/arroz branco por integral, cortei doces, e no dia seguinte entrei em contato com a médica, e falei das substituições que eu tinha feito. Ela me orientou a evitar algumas frutas que tem alto índice glicêmico como manga, uvas, banana e melancia, além dos doces e refrigerantes, farinha branca e fazer exercícios aeróbicos 3x/semana por 40 minutos. Outra sugestão foi comprar um glicosímetro para dosar a glicose 1h após as refeições. (Farei um post a respeito)

Diabetes gestacional diagnostico e tratamento
Curva Glicêmica de 2h na terceira gestação – 2 resultados alterados

Soube através de umas seguidoras e amigas do Instagram que muitos médicos já tratavam qualquer alteração como DG, e não mais Intolerância a Glicose. Sabendo disso fui atrás de mais informações.

A American Diabetes Association (ADA) define Diabetes mellitus gestacional (DMG) como qualquer grau de intolerância à glicose que surge entre a 24a e 28a semana de gestação.

A proposta da ADA preconiza que o rastreio para DMG seja realizado em gestantes entre a 24a e 28a semana, por meio do TOTG (Teste Oral de Tolerância a Glicose) com 75g. O resultado das amostras de jejum, 1 e 2 horas, deve ser, respectivamente, inferior a 92, 180 e 153 mg/dL. A presença de pelo menos 1 critério alterado confirma o diagnóstico de DMG.

O tratamento da DMG baseia-se na tríade: dieta, atividade física e insulina (somente em determinados casos). São esperados valores de GJ (jejum) entre 70 e 90 mg/dL e que a glicemia pós-prandial (medida 2 horas após o início da refeição) se encontre entre 100 e 120 mg/dL. (Fonte: Artigo da ACM – Arquivos catarinenses de Medicina 2014 – Ed. 43)

Depois de encontrar todas essas informações eu voltei a olhar o meu laudo e vi que existem as duas informações. O primeiro valor de referência é um valor para a população em geral e a intolerância é uma pré-diabetes. Abaixo tem os valores e conduta para a paciente GESTANTE, que é diferente e com apenas uma alteração diagnostica a DG.  Por isso é sempre bom ouvir do médico qual o diagnóstico e melhor conduta.

Laudo - Diagnóstico de Diabetes Gestacional
Laudo – Diagnóstico de Diabetes Gestacional

Há estudos que mostram que gestantes com DG tem maior probabilidade de ter diabetes no futuro, então a reeducação alimentar é indicada, assim como exames periódicos a cada 3 anos para diabetes e pré-diabetes.

A triagem na gestação deve ser feita entre 24 a 28 semanas. Gestantes com fatores de risco devem fazer exames para Diabetes na primeira consulta de pré-natal. Quem quiser pode consultar a American Diabetes Association (ADA) 2015 Guidelides no dei.org.

Espero ter ajudado!

Preparei um post sobre diabetes gestacional: Veja aqui.

Bjossss

 

Sobre Aninha

Mãe de um trio de meninas: Bruna (6), Clara (4) e Alice (2). Dedico meu tempo à minha família e ao LookBebê. Antenada, adoro redes sociais e tecnologia e mais ainda, compartilhar conhecimento e informações sobre a maternidade. Sou (fui) Biomédica, pós-graduada em Engenharia Biomédica, mas optei por mergulhar de cabeça na maternidade.