Oiii queridos!!!

Na semana passada recebi um convite que fiquei muito feliz: Ir à Brasília para um encontro de blogueiras com o Ministro da Saúde, como publiquei aqui mais cedo.
O encontro terá transmissão online amanha a partir das 17h!

Bom, considerando a maratona de ir com a Clarinha (e eu iria levar a Bru tb) pedi pra ir um dia antes e voltar no dia do evento. Esperei alguns dias pela confirmação do vôo para então eu ver a passagem da Bru. Até então eu tinha quase certeza que a levaria… Eram esses meus planos…

Bom, recebi essa informação por telefone ontem a noite e o vôo era hoje às 14h. A volta que seria na quinta, será sexta de manhã. Antes de ver os preços já comecei a chorar!!! Imaginei que a Bru nao poderia ir, e como eu iria fazer?? o evento que era pra ser uma tarde, vai ter uma visita de manha também. Levar ou não a Clara na visita? Recrutar alguém da família pra ficar com ela?
E a Bru??? Como ela ficaria 2, quase 3 dias sem a mãe e a irmã?! Como ia explicar pra ela que a mamãe vai viajar com a Clara e ela não?! Ela me veria saindo com mala, sling, Clara e dando tchau? Desde a semana passada ela pega o passaporte do nada e fala que quer viajar!!!! Podem imaginar meu coração despedaçado?!
Chorei um monteeeee. Como deixar minha pitoquinha pra trás?

Fui ver o preço da passagem… Para que a Bru fosse no meu vôo (temos familiares em Brasília e ela ficaria com eles), eu teria que desembolsar mais de 700 reais! /o\
Não tem a menor condição!

Hoje de manha ainda tentei ver passagens, mas não rolou mesmo.

Não conseguia arrumar a mala com a Bru por perto e deixei pra fazer hoje cedo. Coloquei do lado da porta sem ficar arrastando ela pela casa, pra ela não sentir tanto.

Quando ela acordou, mais de 10:30 da manhã, expliquei q eu ia trabalhar e que a vovó iria buscá-la na escola e ficar com ela em casa. Falei que a mamãe não voltava hoje, voltava sexta, no dia da natação.

Acho que a ficha dela não caiu mto bem.

Repeti as informações umas 3x em momentos diferentes.
Tomamos banho juntas e me vesti. Quando ela me viu pronta e de sapatos, perguntou: “Tchau Mamãe???” tipo, é hora de dar tchau?! meu coração ficou aliviado.
Depois a troquei pra escola e fomos almoçar. Terminei antes dela, e pedi pra Nana continuar a dar o almoço pra ela, assim ela ficaria no cadeirão e não me veria sair com mala (o papai sempre viaja com essa mala, e ela facilmente ia associar que ia viajar de avião e ia pedir. Ela faz até mímica e sonoplastia! Hehehe)

Peguei a Clarinha no berço, fui até a cozinha e falei pra ela dar um beijo de tchau. Ela come ou a chorar e disse que também queria ir. Hora de ser racional e segurar o choro.
E obliqüei mais uma vez q ia trabalhar, mas q ela ia ficar com a vovó a noite e pedi para ela cuidar do papai. Ja tinha explicado, mas repeti que a Nana a levaria pra escola.

Mandei bilhetinho pras tias na agenda e chupeta na mochila, caso ela fique mais carente, principalmente amanhã.

Depois de colocar a Clara na cadeirinha, voltei pra dar um beijo nela e me despedi. Ela já não estava chorando. Vai ficar bem!

20130306-144334.jpg

De vez em quando dá um aperto, mas vai passar rápido. Não podia abrir mão dessa oportunidade, né?!

Minha sorte é poder contar com minha sogra e marido. E com a Nana!!

É isso aí pessoal! #PartiuBrasília

20130306-144317.jpg

Sobre Aninha

Mãe de um trio de meninas: Bruna (6), Clara (4) e Alice (2). Dedico meu tempo à minha família e ao LookBebê. Antenada, adoro redes sociais e tecnologia e mais ainda, compartilhar conhecimento e informações sobre a maternidade. Sou (fui) Biomédica, pós-graduada em Engenharia Biomédica, mas optei por mergulhar de cabeça na maternidade.