Viajar a trabalho para uma mãe que trabalha em casa pode soar estranho, mas é o que eu vou fazer hoje.

Há pouco mais de um mês recebi um convite irrecusável: fazer, ao lado de algumas colegas blogueiras e veículos de imprensa, uma viagem internacional para conhecer o Centro de Desenvolvimento e Inovação da Pampers nos EUA.

PressTrip

Conhecida por “PressTrip”, esse tipo de viagem é comum para pessoas que trabalham com comunicação . Já participei de algumas mais familiares em hotéis por exemplo, mas esse “desafio” era um pouco maior. Deixar minhas princesas em casa e fazer uma viagem de negócios por quase 5 dias pode ser normal para muitas pessoas, mas para uma mãe-blogueira-caseira não é. E eles sabiam disso. Olha a preocupação no convite, que fofo.

convite Press trip pampers tour

E as meninas?

Para que essa viagem fosse possível, procurei as pessoas que poderiam me ajudar nessa tarefa de estar com as meninas por todos esses dias. Apesar da minha mãe estar de férias, o meu sobrinho também está, então ficaria complicado ela ficar cuidando de três crianças em uma casa sem empregada e com piscina. Recorri então à nossa querida Nana. Ela trabalhou lá em casa por quase 2 anos e meio e por problemas pessoas pediu para sair há cerca de 2 meses e meio. Considerando que nos mudamos de cidade e também não temos conhecidos para ajudar nessa tarefa, ninguém melhor do que a Nana que está super acostumada com as meninas, já que meu marido não conseguiria tirar a semana toda de home office (e ficaria doidinho!! Haha). Ela veio para Campinas e ficará em casa até a minha volta. Mesmo assim mobilizei as avós e minha cunhada e pedi que no final da semana elas também venham para cá para alegrar as baixinhas.

E o coração de mãe?

Olha, confesso que na semana passada eu estava super empolgada! Viajar 8h ou mais sem crianças no colo e sem fazer malabarismos pra irmos ao banheiro dentro do avião já é uma felicidade. Viajar com amigas e colegas, e em especial Barbrinha Saleh – piadista em pessoa –, melhor ainda. Vai ser demais! Fizemos planos e estamos super empolgadas, mas…. na hora de partir, dói. Algumas horas antes de sair de casa fui ficando mais quieta. As meninas nem estavam ligando pra mim (o que por um lado é ótimo). Na hora de sair a Bru ficou toda chororô, e eu também. Se despediu – com um beiço que dobrava o queixo – da azeitoninha (ela AMA a azeitoninha na barriga da mamãe) e disse pra bebê que ela não sentiria frio pois estava dentro da minha barriga. Não é pra viver de amor??? Saí com o coração pequenininho de imaginar que são vários dias, mas sei que vai passar e vai ser uma experiência muito boa. A Lala se despediu toda tranquila. Pode ser que ela ainda não entenda muito bem, mas também ficou assim porque se sente segura com a Nana.

Ao longo da semana vou dando notícias pra vocês e depois conto as novidades.

Por enquanto é isso!!

Bjosssssss Até já!!

Sobre Aninha

Mãe de um trio de meninas: Bruna (6), Clara (4) e Alice (2). Dedico meu tempo à minha família e ao LookBebê. Antenada, adoro redes sociais e tecnologia e mais ainda, compartilhar conhecimento e informações sobre a maternidade. Sou (fui) Biomédica, pós-graduada em Engenharia Biomédica, mas optei por mergulhar de cabeça na maternidade.