Com algumas adaptações escolares de bagagem, fui tranquila levar as meninas para a escola. Quero dizer, tranquila não. Ansiosa, empolgada, doida pra ver a carinha delas com as professoras novas. Nem tudo saiu como a foto ilustrada acima, mas conto mais pra baixo como foi.

Na escola das meninas existe una grande preocupação com as transições de série do Infantil e adaptação, pois eles vêem que as crianças passam por muitas situações as quais podem deixá-los inseguros: Mudança de sala, entrada de alunos novos, mudança de professora titular, auxiliar e de monitoras, e por isso, são tomados os seguintes cuidados:

  • No final do ano letivo, eles recebem a visita da professora “nova”. Ela faz com eles alguma atividade ou brincadeira e dá uma lembrancinha feita por ela.

A partir do terceiro ano os alunos não conhecem a professora antes, ou seja, a Bruna (6 anos) só vai conhecer mais uma vez. A transição do primeiro ano também é mais sutil e no segundo ano começa a ficar muito mais puxado, cheios de livros e responsabilidades.

  • Cada série inicia as aulas em um dia. Por exemplo: O primeiro ano começou na segunda, o Infantil 3 e 4 na terça, o infantil 2 na quarta. Mas porque?

Os mais velhos começam primeiro para que a professora do ano anterior tenha um dia “sem alunos” para dar assistência à turma antiga. Então no primeiro dia de aula da Bruna no primeiro ano, a professora do Infantil 4 deu uma passada para falar um Oi (já que eles são mais velhos e entendem mais).

Já no primeiro dia da Clara (aos 4 anos recém completados) no Infantil 3, a professora e a monitora do ano passado estavam na porta da sala esperando os alunos, junto da professora e monitora do ano, para em seguida “passar o bastão”.

O mais engraçado foi que ao chegar na porta da sala, a Clara se escondeu atrás de mim e não saía. Eu virava pra um lado, ela ia pro outro. Assim como no ano passado, isso era uma “graça” que ela fazia pra fingir que não foi e fazer uma supresa, MAS….. ela não conversou muito com a professora antiga, nem deu muita bola para a monitora, mas em compensação quando viu a professora nova, entrou correndo na sala e conversou com ela. Vai entender!! hahaha Acho que ela estava bem preparada para essa mudança e orgulhosa de ter crescido e ido para a série que a Bruna começou nessa escola.

Como algumas pessoas pedem, aí vão as dicas:

  • mostrar-se confiante e segura encoraja as crianças;
  • se a professora pedir para entregar pra ela, faça isso, explique que você volta mais tarde e deixe a criança segura de que você não está ali se livrando dela, mas que tem hora pra voltar e que ela vai ficar bem. Entregue e saia, sem ficar olhando pra trás, pois isso deixa a criança insegura.
  • Se informe sobre como é feita a adaptação antes e prepare a criança para o dia e os acontecimentos.

Vou gravar um vídeo essa semana com a Marina (@MaesAtuais) sobre a adaptação e o início das aulas e divulgo pra vocês assim que estiver no YouTube da Má! 

Clique AQUI para se inscrever no meu canal no Youtube e AQUI para o da Má.

Bjossss

 

Sobre Aninha

Mãe de um trio de meninas: Bruna (6), Clara (4) e Alice (2). Dedico meu tempo à minha família e ao LookBebê. Antenada, adoro redes sociais e tecnologia e mais ainda, compartilhar conhecimento e informações sobre a maternidade. Sou (fui) Biomédica, pós-graduada em Engenharia Biomédica, mas optei por mergulhar de cabeça na maternidade.