Quando decidimos fazer uma viagem à Orlando e aos parques da Disney, Universal, Sea World e etc, o mais difícil é saber por onde começar. Comprar as passagens em sites de viagens ou direto com a companhia aérea? Se hospedar em hotel ou casa? Alugar carro ou não? Comprar os ingressos dos parques antecipado ou na hora?

Todas essas dúvidas vêm à nossa cabeça sendo a primeira, segunda ou até mesmo a quinta vez lá. Aqui em casa costumamos fazer uma pesquisa (bastante cansativa por sinal) para fazermos um bom negócio e economizarmos em alguns coisas para gastarmos em outras. 

Pretendemos viajar em Maio e levar as meninas pela primeira vez, então vocês verão alguns posts a respeito nos próximos meses.  Vou levantar alguns pontos no post de hoje e conforme formos pesquisando e decidindo conto para vocês.

Primeira coisa: As crianças já tem visto americano? Se não, leiam o post Tirando o visto americano em 3 passos.

Todos com passaporte válido e visto em mãos? É hora de começar a programar a viagem:

EM QUE MÊS VIAJAR PARA A DISNEY? 

Muitas famílias só podem viajar nas férias escolares, outras preferem aproveitar um feriado e viajar em baixa estação. Vale lembrar que:

  • Em julho (de junho a agosto) é verão e férias nos EUA então além do calor absurdo da Flórida, os parques são muito cheios e tudo muito mais caro.
  • Em Dezembro também é bem cheio devido ao feriado de Natal e Reveillon e férias no Brasil, mas é inverno e o clima é frio. No ano que passei o reveillon lá usamos casaco pesado, mas não é tão comum. Nessa época (Janeiro) a média é 15 graus.
  • Meados de Fevereiro/Março a preço da hospedagem cai, mas se coincidir com o Carnaval, as passagens no Brasil saem uma fortuna.
  • Março tem Spring Break nos EUA, portanto é um mês mais cheio que Fevereiro e Abril (dica da Francine, q trabalha na Disney)

Eu particularmente gosto de viajar pra qualquer lugar Abril/Maio e Setembro/Outubro, pois são meses em estações como Primavera e Outono, sem grandes variações de temperatura.

PACOTES DE  VIAGEM OU PESQUISA PESSOAL?

Eu particularmente tenho medo dos pacotes de viagem e nunca viajei com eles. Aliás, fui uma vez a Paris e o hotel era bem ruim. Prefiro pesquisar, comparar, buscar fotos e me arriscar no que EU escolhi, a não ser que o hotel e outros serviços possam ser escolhidos/avaliados antes.

Confesso que as promoções em sites que oferecem cupons como “Disney, Orlando e Miami X Noites por 10x 200,00” chamam muito minha atenção, mas esses pacotes são cheios de “pegadinhas” e as vezes o barato sai caro. Estive olhando esses dias mas para a minha família, nesse momento, não compensa, pois nessas promoções muitas vezes as crianças pagam igual aos adultos, e sendo assim, não é vantajoso já que a Clara ainda não paga passagem e a Bru paga com desconto.

Caso seja apenas uma viagem de casal, acho super válido.

PASSAGEM AÉREA 

A não ser que apareça uma super promoção, você vai ter que pesquisar as passagens algumas (várias) vezes até encontrar um preço que agrade ou se conformar que não tem jeito, e é aquilo mesmo. rsrsrs Sugiro utilizar sites de viagem que comparam tarifas das companhias aéreas, e caso ache uma tarifa muito boa, vá até o site da companhia, refaça a busca e feche por lá. Alguns sites cobram taxa, e por isso comprar direto pode sair um pouquinho mais barato.

Caso pretenda tirar as passagens com pontos em programas de fidelidade, busquem várias vezes, em dias e horários diferentes. Uma passagem que “custa” 65.000 pontos pode aparecer em uma madrugada a 20.000 por exemplo. Foi assim que definimos a data da nossa última ida à Disney, pois meus cunhados conseguiram uma super tarifa com pontos.

Os preços de passagem variam muito conforme a procura, então é bom fechar a data da passagem antes de definir a hospedagem.

HOSPEDAGEM: CASA OU HOTEL? FORA OU DENTRO DA DISNEY?

Tudo depende da quantidade de pessoas que estão viajando e das crianças. Da primeira vez que fomos (2007/2008), estávamos em 12 pessoas então foi muito mais vantajoso alugar 2 casas lá. Saiu 30 dólares por pessoa/dia na época. Existem vários condomínios em Orlando, Kissimmee e outras cidades pequenas ao redor. São todos de 10 a 20 minutos de carro do complexo Disney, então se a economia for grande, na minha opinião vale a pena o “esforço”. Existem casas e apartamentos de todos os tamanhos, mas o mais comum é para 8 pessoas e sai entre 100 e 150 dólares a diária em baixa temporada. Uma das grandes vantagens das casas decoradas e mobiliadas é por economizar com restaurantes e comida fora. Podemos fazer compras no supermercado, tomar café da manhã em casa, fazer jantar, e… lavar roupas!!! Sim, lavar roupas. Para quem fica mais de 10 dias viajando muitas vezes é necessário.

Da última vez que fomos estávamos em 4 adultos e alugamos um apartamento em um condomínio. A decoração era impecável e apesar de um pouco longe (20 min), foi ótimo e muito econômico.

Os hotéis também oferecem muitas vezes quartos tipo flat com geladeira, fogão, além de Laundry room para os hóspedes, mas nesses casos você precisa ir até a lavanderia com a sua roupa suja, lavar, esperar e retirar. Muitos oferecem traslado para os parques e alguns até para outlets.

Os resorts da Disney variam muito de preço, assim como qualquer rede de hotéis que tem dos mais simples aos mais luxuosos. O mais baratinho (All-Star) custa 110 dólares enquanto o The Villa’s 545 (na minha pesquisa para 3 adultos e 2 crianças em maio). Tudo depende do bolso e realidade de cada um. Eles têm suas vantagens: horas a mais de parque para quem se hospeda nos hotéis, traslado para aeroporto e parques, estacionamento grátis (custa em média 15 dólares cada um).

No post Disney: tem hora certa pra ir? a Camila contou como foi ficar na Jumbo House do Animal Kingdom, uma casa onde toda manhã as crianças tinham que anotar os animais que viam pela janela (girafa por exemplo!). Com certeza é um outro mundo, uma experiência totalmente diferente da Disney que eu conheço, muito mais TOP!

ALUGUEL DE CARRO: SIM OU NÃO?

Nas duas vezes que fomos (e as outras duas que o marido foi além dessas) alugamos carro. Primeiro porque não ficamos nos hotéis, e portanto não havia traslado, mas também porque queríamos ter liberdade para ir para os Outlets, supermercados, compras e depois terminamos a viagem indo de carro pra Miami.

É um custo considerável, então caso optem por hotéis com traslado, uma opção para economizar é alugar por menos diárias do que a estadia lá. Vai depender do planejamento, programação e necessidades de cada um.

INGRESSOS DOS PARQUES

Depois de Passagem e hotel fechados, é hora de comprar os ingressos dos parques. Para isso é necessário saber quantos dias vão para parques. É bom fazer contas e separar alguns dias para descanso e compras pois os passeios são bem cansativos. Você avalia:

  • Quais parques quer ir
  • Se existem combos para comprar (Sea World por exemplo pode ser vendido com outros 2 parques e você economiza alguns dólares).

Combo tickets parques orlando

  • Disney: Se vai em todos os parques e se vai nos aquáticos ou não. Se pretende entrar em mais de um parque no mesmo dia. Tudo isso custa mais caro e você paga um adicional.

 

E ai, gostaram das dicas???

Assim que decidir mais algum desses pontos ou tiver novidades conto para vocês!!

Quando pretendem levar os filhos à Disney?

 

Bjossss

Sobre Aninha

Mãe de um trio de meninas: Bruna (6), Clara (4) e Alice (2). Dedico meu tempo à minha família e ao LookBebê. Antenada, adoro redes sociais e tecnologia e mais ainda, compartilhar conhecimento e informações sobre a maternidade. Sou (fui) Biomédica, pós-graduada em Engenharia Biomédica, mas optei por mergulhar de cabeça na maternidade.